D-day for London’s record stores

And the date is 25th of November, next Monday.

What happens? Rough Trade, “the iconic London music retailer that spawned Rough Trade Records and served as a cradle for post-punk music in the late 1970s” (as says Billboard), is opening a whopping, 15,000-square-foot music store in New York City. Yes, 15,000 square feet! It is massive, three times bigger than its biggest store in London.

RTW_SHOP

Façade of Rough Trade West / Image from the Rough Trade website

On the other hand, that is the last day to make an offer to buy On The Beat Records shop on eBay. Tim Derbyshire opened it in 1979 in central London, just off Oxford Street, and he has now put his whole business up for sale, including the vinyl records in it. Its price is £300,000, in case you’re interested and have got a spare change in your pocket. It has got 46 offers as I write these lines.

So, what’s going on with record shop owners? Why are they going in such opposite ways?

Rough Trade says that between 2007 and 2012 record sales increased by 88% in Britain and that vinyl is more popular in America too, with sales going from $23 million to $163 million in the same period. They are hugely enthusiastic about taking their brand overseas.

Derbyshire says his store, a place where you can find from ’60s psychedelia to ’90s grunge, needs new blood, someone younger to take it on, and not particularly worried about profit. His eBay description specifies it: “If you’re at the stage in your life when you don’t have to worry about making money but can live the bohemian life, meet interesting people every day and the occasional pop or rock star, here’s your chance to take over the oldest record shop in the centre of Swinging London”.

$T2eC16JHJF0FFZ317BzNBSb!YlNFNQ~~60_12

Façade of On The Beat Records / Image from the bid page on eBay

Is it about marketing strategies? Management? Being up and running in the World Wide Web? Is Derbyshire too low profile? Or is Rough Trade too confident?

Let’s see what comes next… In this meantime, if you are a record fan as I am, don’t miss the RECORD STORE DAY! It’s next Friday! Get a new needle for your record player and put your records on!

(If you wish to experience different music, the Portuguese version of this post presents links for Brazilian songs.)

Dia D para Lojas de Discos de Londres

E o dia é 25 de novembro, a próxima segunda-feira.

O que acontece? A Rough Trade, “a icônica loja de música de Londres que deu origem à [gravadora] Rough Trade Records e serviu de berço para a música pós-punk no final de 1970” (segundo a Billboard), está abrindo uma loja enorme, com 1.393 m2 em Nova York. Sim, mais de 1 mil m2! É assombroso, três vezes maior do que a maior loja deles em Londres.

RTW_SHOP

Fachada da Rough Trade West / Imagem capturada do site da Rough Trade

Por outro lado, esse é o último dia para fazer uma oferta para a compra da loja On The Beat Records no eBay. Tim Derbyshire abriu suas portas em 1979 na região central da cidade, em uma travessa da Oxford Street, e agora colocou todo o negócio à venda, inclusive os vinis. O preço é 300 mil libras, caso você esteja interessado e tenha um trocado no bolso. Ela recebeu 46 ofertas enquanto escrevo estas linhas.

Então, o que é que há com os donos de lojas de discos? Por que estão seguindo caminhos tão opostos?

A Rough Trade diz que, entre 2007 e 2012, as vendas de discos aumentaram 88% na Grã-Bretanha e que o vinil é mais popular na América também, com as vendas indo de US$ 23 milhões para US$ 163 milhões no mesmo período. Eles estão extremamente entusiasmados em levar sua marca para o exterior.

Derbyshire diz que sua loja, um lugar onde você encontra da psicodelia dos anos 60 ao grunge dos 90, precisa de sangue novo, alguém mais jovem para levá-la, e não particularmente preocupado com lucro. Sua descrição no eBay deixa explícito: “Se você está na fase da vida em que não precisa se preocupar em ganhar dinheiro, mas pode viver a vida boêmia, conhecer pessoas interessantes todos os dias e ocasionalmente uma estrela do pop ou rock, aqui está a seu chance de assumir a loja mais antiga de discos no centro da Swinging London”.

$T2eC16JHJF0FFZ317BzNBSb!YlNFNQ~~60_12

Fachada da On The Beat Records / Imagem capturada da página no eBay

Trata-se de estratégia de marketing? Administração? Ser ativo na internet? Será que Derbyshire é low profile demais? Ou a Rough Trade é muito confiante?

Vamos ver o que virá a seguir… Enquanto isso, se você é fã de discos como eu, não perca o próximo RECORD STORE DAY! É na sexta que vem! Compre uma agulha nova para sua vitrola e coloque o disco pra tocar!

(Caso interesse, a versão do texto em inglês traz links para outras músicas.)