O (polêmico) ano do ônibus

Este ano, o Transport for London (TfL), órgão responsável pela operação diária de transporte público da capital, e o Museu do Transporte de Londres estão comemorando o ‘Ano do Ônibus’. Diversos eventos, exposições e atividades são apresentados para conectar os londrinos com o que é não apenas um dos seus meios de transporte, mas também um ícone da cidade.

yotb-logo

Eles explicam: “São 60 anos desde a criação do Routemaster, 75 anos do lançamento do ônibus RT-Type e 100 anos do primeiro ônibus motorizado produzido em massa, o B-Type, que carregou soldados para o front durante a Primeira Guerra Mundial”.

O Routemaster se tornou um dos símbolos da cidade

O Routemaster se tornou um dos símbolos da cidade

De acordo com o TfL, diariamente 8.600 ônibus trafegam por 700 rotas, atendendo 19.500 pontos e carregando 6,5 milhões de passageiros, mais do que todo o restante da Inglaterra somado.

Muitas garagens de ônibus têm realizado eventos abertos especiais, exibindo veículos históricos e oferecendo atividades de lazer. Em 7 de junho, será a vez da garagem de Alperton e, em 21 de junho, de Stockwell. Veja o calendário completo aqui.

Ainda, o Prefeito de Londres, Boris Johnson, apresentou um Novo Routemaster pintado em prata, especialmente encomendados para marcar o ano. Presentes e lembranças inspiradas nos ônibus de Londres estão disponíveis na loja do Museu do Transporte.

Um Novo Routemaster, pintado em prata, foi lançado para marcar as comemorações

Um Novo Routemaster, pintado em prata, foi lançado para marcar as comemorações

Mas nem tudo são flores nesse ano de comemoração. O TfL decidiu não mais aceitar dinheiro em espécie nos ônibus a partir de 6 de julho. Sim, é isso mesmo: nada de dinheiro para pagar pela corrida. Você deve levar seu cartão de transporte Oyster carregado com créditos o tempo todo.

Uma consulta foi realizada e dois terços dos 37 mil entrevistados foram contra a decisão, mas isso não impediu o TfL de ir em frente. Eles dizem que apenas 1% dos passageiros pagam com dinheiro, mas este baixo percentual significa 24 milhões de viagens por ano.

As pessoas estão preocupadas; mais máquinas de bilhetes são necessárias, especialmente fora da área central, e eles rejeitaram a ideia de instalar máquinas de Oyster em pontos de ônibus, e os motoristas devem ser treinados para lidar com pessoas desinformadas de uma forma sensata.

Há também uma questão delicada envolvendo os turistas. O TfL diz que a maioria deles sabe como pegar um cartão Oyster Visitante – o cartão de plástico que podem usar em vez de bilhetes de papel, e a forma mais barata para pagar viagens individuais de ônibus, metro, bonde elétrico, DLR, London Overground e a maioria dos serviços da National Rail em Londres. A cidade foi considerada a capital mundial para os turistas. Em 2013, recebeu 16,8 milhões de visitantes, um recorde que a fez bater Paris como a melhor cidade para visitar. E a partir deste ano, todas essas pessoas terão que aprender novas maneiras de pagar por suas viagens de ônibus.

O cartão Oyster para visitantes, a forma mais segura e prática daqui para frente de pagar pelas viagens de ônibus

O cartão Oyster para visitantes, a forma mais segura e prática daqui para frente de pagar pelas viagens de ônibus

‘Contactless’ – Também é possível pagar pelo ônibus utilizando cartão de crédito, de débito ou recarregáveis ‘contactless’, uma vez que ele tenha sido emitido no Reino Unido e exiba o símbolo de pagamento.

O símbolo do 'contactless'

O símbolo do ‘contactless’

Tudo o que os usuários devem fazer é tocar o cartão no leitor amarelo ao embarcar, como fazem com o Oyster.

Mas lembre-se: se há outros cartões em sua carteira ou bolsa quando você tenta tocar o cartão, o leitor pode detectá-los e não vai ser capaz de identificar qual deles deve ler. O cartão é então rejeitado, o que chamam de ‘card clash’. A tarifa pode ser cobrada em um cartão com o qual você não tinha a intenção de pagar.

O pagamento ‘contactless’, porém, é mais barato: £ 1,45 por cada viagem de ônibus.

Se precisar de mais informações sobre como ele funciona, baixe este arquivo em PDF do TfL.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s